Sobre como lidar com o ciúme e a posse

28.11.2017
Sobre como lidar com o ciúme e a posse

Alguns relacionamentos tendem a não evoluir por causa do ciúme. O ciúme é um estado emocional provocado por uma situação real ou imaginária em que o sujeito acredita que possa vir a perder algo do qual ele possui. E convenhamos ninguém gosta de perder, ate mesmo porque não somos ensinados para isso.

É possível observar que desde pequeno os pais já procuram desenvolver em seus filhos o máximo de habilidades possível que a criança possa ser capaz de suportar, incitando nela desde cedo à competitividade. Onde ensina-se sempre a ganhar, nunca a perder, a ser o melhor, porque o mundo lá fora é duro e cruel e que temos que criar os filhos para o mundo. Quem nunca ouviu isso? Porem, esquecemos de ensinar coisas simples e pequenas que irão favorece-lo na vida adulta e na dimensão afetiva, no campo das relações.

Ás vezes por um funcionamento cognitivo no modo automático esse discurso não vem a ser questionado, e não se dão conta dos perigos que mais tarde possam circundar este sujeito na vida adulta, como por exemplo, estabelecer relacionamentos abusivos fundamentados no ciúme onde se priva ou se é privado de realizar e fazer coisas devido ao ciúme que o outro produz ou que projeta no seu parceiro.

A problemática do ciúme começa a ficar prejudicial na vida a dois quando a pessoa que manifesta esse “medo de perder” começa a expressar esse sentimento de modo ameaçador, apresentando por vezes discurso e comportamento autovitimizado, coagindo seu par e promovendo então um mal-estar na relação.

Como mencionado anteriormente, não aprendemos a perder, mas podemos estabelecer relações mais saudáveis e duradouras a partir do momento que reconhecemos que sentimos ciúmes e que não desejamos perder.

Como o amor não é palpável fica difícil de medi-lo, sendo este um dos fatores que acaba culminando no ciúme, entre outros conflitos psíquicos e experiências negativas também. Sempre criamos uma expectativa no inicio de um relacionamento, mesmo antes dele se estabelecer em alguns casos, e consequentemente esperamos uma resposta do outro em relação a esta expectativa, quando nosso parceiro não retribui de modo satisfatório como imaginamos, e como já temos inscrições psíquicos baseados em memorias de relacionamento anteriores, esquecemos então, que cada pessoa manifesta ou retribui ao amor de um jeito diferente. E quando não estamos seguros de si, podemos desenvolver crises de ciúmes tão fortes que acabam sendo ameaçadores para a continuação da relação devido ao desgaste provocado pelas brigas e aos laços de confiança que não conseguimos, portanto, estabelecer.

 

Contato

Contato

Atenção! Preencha os campos assinalados e tente novamente!
Obrigado! Sua mensagem foi enviada com sucesso!

FERNANDA SÁ

LUCIANA DE ABREU
Nº 323, SALA 407
MOINHOS DE VENTO
PORTO ALEGRE - RS

AV. PROTÁSIO ALVES
BAIRRO PETRÓPOLIS
PORTO ALEGRE - RS